Esperidião Amin

Endereço:

Florianópolis, Santa Catarina
Brasil

Descrição

Esperidião Amin Helou Filho (Florianópolis, 21 de dezembro de 1947) é um administrador empresarial e político brasileiro.
É formado em Administração pela Escola Superior de Administração e Gerência (ESAG) e em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), da qual é professor titular no curso de Administração. É casado com a ex-deputada federal Ângela Amin e tem três filhos. É torcedor assumido, desde criança, do Avaí Futebol Clube.
Esperidião foi por duas vezes governador do estado de Santa Catarina e também prefeito de Florianópolis por duas ocasiões: entre 1975 e 1978, nomeado pelo governo militar, e depois já por voto direto, entre 1988 e 1990. Foi senador da República entre 1991 e 1999 e presidente nacional do Partido Progressista.
Em 1994, Esperidião foi o 6º colocado na campanha à presidência da República pelo Partido Progressista Renovador (PPR) com 1.739.458 votos (2,75% dos válidos) – atrás do vitorioso Fernando Henrique Cardoso (PSDB), eleito já no 1° turno com 34.350.217 votos (54,28% dos válidos); de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o 2° colocado com 17.112.255 votos (27,04% dos válidos); de Enéas Carneiro (PRONA), o 3° colocado com 4.670.894 votos (7,38% dos válidos); de Orestes Quércia (PMDB), o 4° colocado com 2.771.788 votos (4,38% dos válidos), e de Leonel Brizola (PDT), o 5° colocado com 2.015.284 votos (3,18% dos válidos).
Em 1998 foi eleito governador de Santa Catarina. Em 2002, tentou a reeleição mas foi derrotado por Luiz Henrique da Silveira no segundo turno – mesmo após ter passado a campanha em primeiro lugar durante o primeiro turno.
Em 2006 concorreu novamente ao governo de Santa Catarina, perdendo pela segunda vez consecutiva o segundo turno para Luiz Henrique da Silveira. Teve 1.073.053 votos no primeiro turno, e 1.511.916 no segundo (47,29% dos votos válidos).
Candidato a prefeito de Florianópolis em 2008, foi o segundo colocado com 42,30% dos votos disputando com Dário Berger, que obteve 57,70% dos votos no segundo turno. Mesmo o apoio de ex-adversários a exemplo da comunista Angela Albino não foi suficiente para evitar a vitória do rival do PMDB. Em 2004, Dário, então no PSDB, venceu Chico Assis, do PP de Amin e o ex-petista Afrânio Boppré, hoje no PSOL. Boppré teve a comunista Angela Albino como apoiadora.
No dia 3 de outubro de 2010, Esperidião foi eleito deputado federal pelo PP sendo o segundo mais votado. Nas eleições de 5 de outubro de 2014, foi o deputado federal mais votado para a 55ª legislatura (2015 — 2019) e assumiu o mandato em 1 de fevereiro de 2015.